playa, literatura de viagem

MÉXICO, PRAIA, PIMENTA E REFRI

Calor e ardência em Playa del Carmen.

Aeroporto, check-in, bagagem, avião.
Decolagem, aterrissagem.
México, península de Yucatán. Riviera Maya.
Aeropuerto, calor, cafetería, Coca-Cola: quente!

Playa del Carmen, mañana, café-da-manhã, desayuno:
ovos, patatas, linguiça, bacon, salada, ensalada, frutas e pimenta.
Molhos. Huichol, Valentina, Guacamaya, Marisquera, Chimay.
Ardência, careta. Refrigerante, refresco.
Quente!

café da manhã mexicano – Estante de Viagens
em Playa del Carmen – México – Estante de Viagens

Praia, sol, mar, beach clubs, cadeira, guarda-sol.
Gazpacho. Calor.

Mergulho, algas, algas, algas, transparêêêêência…
cores, visão, água, piscina, vida, peixes, imensidão.
Cadeira, raios, bronze.
Energia.

Garçom! Petiscos.

Milho, maiz. Farinha, harina.
Nachos, totopos; aguacate, guacamole; feijões, frijoles; pico de gallo; carne y chille:
Tabasco, Jalapeño, Serrano, Poblano, Chipotle, Habanero
Aaaaatchim!
Nariz, boca, vermelhidão.
Garçom. Refresco: quente!

nachos (totopos) na praia – Estante de Viagens

Noite, lua, estrelas.
5a Avenida, turistas, passos, lojas, barulho.
Calor, graus.
Praia, beach club, areia, brisa, coqueiros, luzes, música. Bar.

Garçom. Refresco? Gelo? Geladeira!
Tempo.
Papo, risadas, desafio:
Mezcal x tequila.

Mezcaleria em Playa del Carmen – México – Estante de Viagens

Comparação, risadas, cigarrillo.
Fome.
Pulpo, arroz, salsa. Salsa. Pimenta, ardência, picância.
Ancho, Chilaca, de Árbol, Cascabel, Pasilla, Guajillo, Morita, Costeño, Meco y Manzano.
Corpo, temperatura. Equilíbrio.
Língua, suor, queimação.
Tempo.

Garçom. Refrigerador.
Refresco: gelado!

polvo com arroz, feijão e torresmo – México – Estante de Viagens

Se gostou da história, confira as dicas de viagem da Estante, comente e compartilhe nas redes sociais. 

DICAS E COMENTÁRIOS DA ESTANTE:

península de Yucatán. Riviera Maya

A península de Yucatán fica no extremo sudeste do México. Antes da chegada dos espanhóis, o local foi o berço da cultura maia e ainda é possível encontrar vestígios dessa civilização por lá. Em virtude disso, seus mais de 120 km de costa (entre Puerto Morellos e Punta Allen) são conhecidos como Riviera Maya, um destino em que é possível encontrar ruínas de monumentos milenares junto a praias de areia incrivelmente branca e de águas indescritivelmente azuis, em resumo: história, cultura, lazer e diversão em um único lugar. A Riviera Maya dista cerca de 50 km do aeroporto de Cancun.

Playa del Carmen

Localizada na Riviera Maya, a uns 90 km de Cancun, Playa del Carmen é uma opção menos conhecida que a famosa vizinha (e talvez, exatamente por isso, possa ser mais atraente). Há hotéis-design, beach-clubs diversos, bares e vida noturna desenvolvida, mas em escala bem menor que em Cancun, com praias menos lotadas e boas alternativas também para quem procura opções mais baratas e acessíveis. Playa fica a apenas 3 km dos parques X-caret e X-plor e a 70 km das ruínas maias de Tulum.

ovos, patatas, linguiça, bacon, salada, ensalada, frutas e pimenta

O café-da-manhã (desayuno) mexicano é bem diferente daquele que a maioria dos brasileiros está acostumada. Nada de pães, em vez disso, tortilhas de milho. O feijão também é comum na primeira refeição dos mexicanos, seja com ou sem carne. E muitos outros itens, como cita o texto, desde ovos e saladas até panquecas, frutas e bolos doces. A refeição ainda pode ser temperada com diversos tipos de pimentas e molhos (salsas), aliás, essa é uma parte importante do ritual gastronômico mexicano.

Huichol, Valentina, Guacamaya, Marisquera, Chimay

Esses são alguns nomes de molhos de pimenta (salsas) comuns no México. Estão em ordem de ardência (de acordo com testes particulares). A melhor dica é, antes de encher o prato de molhos, provar um pouquinho de cada um em um pedaço de tortilha, para sentir como seu paladar se adapta.

beach clubs

Em Playa del Carmen, os beach clubs estão por toda parte. Durante o dia, costumam oferecer serviço de bar e restaurante, além de espreguiçadeiras com guarda-sóis (cobrando que seja feito um consumo mínimo). Durante a noite, muitos ainda tem música ao vivo e alguns organizam festas. O atendimento, via de regra, é VIP. O gazpacho, servido como cortesia na chegada ao beach club, é um exemplo disso no texto.

Tabasco, Jalapeño, Serrano, Poblano, Chipotle, Habanero

Essas são algumas das pimentas comuns no México. As pimentas são indispensáveis na cozinha mexicana, cultivadas e consumidas desde a época pré-colombiana, sejam como verduras ou como condimentos (a depender da receita).

5a Avenida

Durante o dia ou a noite, essa é uma das ruas mais animadas de Playa del Carmen. Há lojas de diversos tipos (principalmente de souvenirs e de roupas), restaurantes, bares, hotéis e muita gente passeando por ali. De uns anos para cá, a rua 12 também tem se tornado bastante movimentada, já que várias boates tem se concentrado no final da via, atraindo muitos jovens e turistas.

Mezcal x tequila

Tecnicamente, a tequila é um tipo de mezcal. Ambas as bebidas são feitas de agave (não, o agave não é um cacto, mas sim uma planta suculenta com espinhos nas pontas de suas folhas), só que o mezcal pode ser feito com agaves de vários tipos, enquanto a tequila é feita de um tipo específico: o agave azul, originário de Jalisco (estado mexicano). Além disso, a tequila é mais destilada (cerca de duas ou três vezes) e o mezcal é mais rústico (em geral, destilado uma só vez). Quimicamente, as bebidas possuem muitos dos mesmos componentes, mas variam as quantidades. Quer saber a diferença real de sabor? Só provando.

Ancho, Chilaca, de Árbol, Cascabel, Pasilla, Guajillo, Morita, Costeño, Meco y Manzano

São outros tipos de pimentas, às quais o mexicano também está acostumado. Apesar da seleção de pimentas citada anteriormente ser mais conhecida, essas são, em geral, mais fortes, mais picantes. Variam de cor e formato, desde as verdes até as amarelas e vermelhas, desde as redondinhas até as cônicas, desde as frescas até as secas.

gelado!

O texto narra uma experiência pessoal, mostrando o contraste entre o calor da temperatura e da comida local com a dificuldade em encontrar refrigerantes gelados. Seja por costume, para economizar energia ou espaço no freezer, a maioria dos bares e restaurantes não tinha refrigerantes gelados para oferecer, dando ao cliente apenas a opção de acrescentar gelo à bebida. Pode ter sido uma série de fatos isolados, mas para quem não gosta de colocar gelo no refrigerante (mas gosta da bebida gelada), talvez seja interessante verificar na chegada ao bar ou restaurante e, se for o caso, pedir para colocar o seu no refrigerador. Nada como um ‘refri’ bem gelado para acompanhar um prato mexicano bem apimentado.

Leia mais sobre a Riviera Maya

Conheça algumas atrações da ilha de Cozumel nesta alucinante aventura:

ARRIBA, ARRIBA

 

Confira também esta história cheia de confusões em portunhol:

SE PONCHAN LLANTAS GRATIS

 

Se gostou da história, comente: